Com o bebê chegando e muitos detalhes para preparar, tudo o que eu mais desejava no momento de organizar o chá de bebê era praticidade e economia. Claro, sem deixar de lado toda a ternura que esse momento único deve trazer.

Diante disso, chamei algumas amigas e segui pelo caminho do DIY decoração (Do It Yourself), ou seja, faça você mesmo decoração. Pensei em um chá de bebê decoração com uma cara mais de chá mesmo, no período da tarde, com bolos, sucos e sanduíches.

Esse formato permitiu que a organização do meu chá de bebê fosse mais leve e tranquila, sem a pressão de um super evento ou com mega produções. Não estou dizendo que essa é a melhor ou pior maneira de preparar uma festa para a chegada do bebê. Mas foi a mais adequada para mim e para o meu momento. Seguindo essa linha, também decidi convidar somente pessoas mais próximas e que teriam um importante papel na vida do bebê.

Todas essas definições reforçaram ainda mais as minhas crenças de que devemos nos ater aos pequenos detalhes. O bebê precisa vir em um ambiente de amor e acredito que isso envolve todos os seus preparativos, inclusive o chá de bebê.

Pensando nisso, aproveitei a área da casa da minha mãe, que é aberta e possui um belo jardim. Criei um ambiente mais intimista e aconchegante. A decoração foi feita com bules, xícaras e flores. Nas mesas dos convidados, coloquei garrafas com balões de ar coloridos. Não fiz bolo de fraldas e nem uma mesa com doces. Deixei um espaço reservado, bem cara de chá da tarde, com bolos caseiros e flores.

Para as lembrancinhas, decidi dar uma mudinha de árvore frutífera para cada convidado, a qual representa vida e nascimento. Pensei que essa era uma maneira de eternizar o momento – já que as pessoas iriam plantá-las e acompanhar seu crescimento – e contribuir com o meio ambiente. Sou bastante engajada em causas ambientais e me preocupo bastante com o impacto dos nossos hábitos desregrados.

Inclusive, quando pensei no convite, ele não poderia fugir de todos esses conceitos. Decidi pelo convite online e aproveitei para criar um evento no Facebook. Assim, evitaria o desperdício, considerando que poucas pessoas guardam os convites físicos. Com isso, ainda tive outra vantagem: atingi todos os meus amigos e familiares de maneira mais efetiva, sem gastos extras.

Na época, tive a presença de praticamente todos os meus convidados e foi lindo poder compartilhar esse momento especial da maternidade com pessoas amadas e queridas. No dia do evento, ainda tive a ajuda da minha mãe e de uma tia para preparar as comidinhas. Tudo ficou muito caseiro e com gostinho de quero mais.

Toda a decoração acolhedora e aquela comida com carinho fizeram com que o meu bebê recebesse toda aquela boa energia e viesse em um ambiente mais harmonioso.


_______________________________________

Dica: Conheça tudo sobre Chá de Bebê. Lembrancinhas, Decoração e muito mais. Veja aqui as melhores dicas sobre Chá de Bebê e me conte o que achou.

 

Vamos discutir este conteúdo? Deixe um comentário