Quantas histórias existem por trás de um nome? Ao pensar em qual o nome ideal para o meu bebê, me pego também analisando qual o significado dos nomes e quanto cada um deles pode dizer sobre a pessoa e até mesmo a sua personalidade.

Lembro-me não somente dos cachos ruivos e das importantes atitudes que tornaram a Rainha Elizabeth uma das lideranças mais conhecidas da história, mas do seu forte nome, assim como sua personalidade. Anne Fisher e Annie Lumpkins, a primeira mãe a ir ao espaço e a ativista pelo voto feminino, respectivamente. Ou ainda a nossa Ana Terra, protagonista do sofrimento, luta e paixão e personagem inesquecível da literatura brasileira.

Cada um desses nomes traz consigo uma personalidade digna de história. Por outro lado, eles somente percorreram o seu legado – de nomes fortes – graças às pessoas que o carregavam, caso contrário, cairiam no esquecimento. Ou, não? Será que o nome interferiu e interfere na personalidade da pessoa que o carrega, os tornando mais fortes ou mais frágeis?

A numerologia, a Cabalah e outras mais teorias espirituais trazem explicações do impacto da escolha do nome na personalidade de cada um e, até mesmo, a energia que cada nome carrega. Antigamente, em algumas culturas, era comum que os nomes possuíssem significados fortes, transmitindo às crianças as aspirações de sua família. Acreditando que o nome determinava não somente a personalidade, mas o caminho que a pessoa percorreria.

Atualmente, as motivações que envolvem a escolha de um nome de bebê são outras e não mais conforme os desejos dos pais. Senso comum, nomes populares, tradição na família e mais fatores podem influenciar a escolha do nome da criança.

Nomes populares, oriundos de novelas, filmes ou figuras públicas acabam se tornando também queridinhos entre os pais. Então, todas as Giseles – inspirado na modelo brasileira Gisele Bündchen – possuem a mesma personalidade? E as Angélicas, Charlottes e Dianas?

A escolha do nome, em alguns casos, acontece levando em conta as características apresentadas pela maioria das pessoas que carregam aquele nome. O senso comum diz que crianças com o nome Pedro, Gabriel e Vitória são bagunceiros e levados. Mas quem nunca conheceu algum que fosse contra essa regra?

Com toda essa reflexão, acredito, na verdade que um nome precisa fazer sentido para os pais e a família. Se trouxer alguma história, que seja a sua. E não se prender às possíveis personalidades dele ou ao que o senso comum diz. Afinal, quais são suas sinceras motivações para escolher certo nome? Quais são as opções? Qual combina mais com você e sua família?

Foque nesses questionamentos e nos principais motivos que o fizeram escolher esse nome, sem medo e receios. Diga o nome em voz alta, mais de uma vez. E se agradar aos seus ouvidos e coração, não tem erro! O nome já está escolhido.

Significados dos nomes: personalidade

Alice – calma e linda;

Ana – boa pessoa, sofredora;

Ana Clara – desobediente, mimada;

Artur – forte, generoso, levado;

Bernardo – falante, extrovertido;

Carolina – inteligente, levada, alegre;

Davi – calmo, inteligente, bagunceiro;

Eduardo – inteligente, arteiro;

Felipe – bagunceiro, inteligente, educado, levado;

Fernanda – brava, personalidade forte;

Gabriel – teimoso, agitado, bagunceiro;

Isabela – sensível, teimosa, educada;

Júlia – levada, agitada, inteligente;

Leonardo – bagunceiro, temperamental;

Lucas – levado, teimoso, bagunceiro;

Manuela – linda, fresca;

Marina – calma, inteligente, esperta;

Mateus – levado, teimoso, ativo;

Rafael – malcriado, levado, bagunceiro;

Sofia – esperta, tranquila;

Valentina – sofisticada, determinada;

Vinícius – calmo, malcriado;

Vitória – arteira.


_______________________________________

Dica: Conheça tudo sobre Chá de Bebê. Lembrancinhas, Decoração e muito mais. Veja aqui as melhores dicas sobre Chá de Bebê e me conte o que achou.

 

Vamos discutir este conteúdo? Deixe um comentário