Empoderamento

Espelho, espelho meu

O que você vê quando se olha?

Corrige, ajeita, encolhe a barriga, levanta os peitos, estica a pele no rosto…?

Toda mulher deveria experimentar passar uma temporada sem espelhos, nenhum deles.

Dedicar um tempo para se conhecer, de dentro para fora, músculos, belezas, levezas e pesares.

Depois se ver, e se reconhecer pessoa, mais completa e presente. Estar presente e consciente de sí em toda sua plenitude é dos maiores presentes que podemos nos dar.

Experimente dançar sem espelhos.

No inicio seria sofrível, a ausência da afirmação constante.

Depois de pouco tempo dançaríamos de olhos fechados, da mesma forma, no escuro completo. Com maestria.

Conscientes, plenas e presentes, a cada respiração e movimentos.

Aprendemos a reconhecer e conciliar, respiração, toque, ritmo e nos entregar.

Sem bonitezas de poses forçadas, projeções de corpos que não são reais.

Apodere-se do seu corpo, toque, senta, explore.

Experimente.

Se entregue completamente hoje, com cada pequeno pedaço de sí.

Atreva-se.

Delicie-se

 

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply