Força Espelhada
Preparo ao Parto

Tudo o que você precisa para parir

Hoje pela manhã conversando com uma amiga, fui apresentada à fotos de duas mulheres bonitas mas muito diferentes.

As duas, irmãs gêmeas com sobrepeso, porém uma irradiava alegria, sorria com o olhar, toda arrumada e com uma postura bem arranjada, os olhos brilhavam e faziam os olhos se perderem entre o sorriso largo e os profundos olhos castanhos, um deslumbre de mulher. Daquelas que a gente vê na rua e já simpatiza de cara.

Já a outra, com cabelos mal cuidados, olhar tenso de quem mais apanhou na vida do que sorriu, parecia ser muito mais velha, com o brilho nos olhos anuviados pela falta de leveza no encarar a vida.

O que elas tinham de diferente é o que pode fazer um parto ser bom, ou ruim.

Tudo o que nós precisamos, para ter uma vida e parto legal, já vem de fábrica. Já é nosso. Precisa apenas da leveza e de se permitir ser.

O que saber para um PN

O que vai pesar, para o parto ser uma experiência boa ou não é a mesma coisa que diferenciou as irmãs, lá da foto que minha amiga mostrou, a auto confiança, alegria, estar bem consigo mesma.

Pilates, hidroginástica, Yôga, cursos de preparo ao parto, pintura de ventre, massagens relaxantes, dança do ventre, epi-no, chá da Naoli, chá de canela, despedida da barriga….

Poderia escrever uma página inteira de “itens de preparo” que são opcionais, não são essenciais, não garantem um parto maravilhoso, rápido e perfeito. Não.

Esses recursos podem te ajudar a se conectar com você mesma mesma e com o bebê, se curtir, conhecer o próprio corpo, seus pontos de conforto e limites. Dão um “up” autoconfiança e empoderamento que já existe dentro de você. Vão reforçar suas escolhas e te apresentar ferramentas que você pode usar quando, como e onde quiser.

Por isso são indicados, não com obrigatoriedade, mas como caminhos a serem experimentados.

A escolha, das atividades a serem feitas, é muito pessoal, eu –particularmente- apenas fazia caminhadas, não muito curtas eu acho, coisa de 1 ou 2 horas (voltando do trabalho e vendo lojas no caminho), gostava de ir andar na Av Paulista, sair dançar as vezes…. Só!

Engordei muito mais do que é saudável se engordar… e mesmo assim, conquistei um parto de 6 horas, muito meu, e períneo íntegro.

Hoje, se pudesse me ver grávida e aconselhar diria: Tire mais fotos! Compre roupas que deixem ainda mais em evidencia sua barriga. Saia dançar mais. Vá viajar para outro estado passar as férias. Se preocupe menos, se divirta e viva mais.

Olhe para seu corpo com ternura, seja gentil com seu reflexo no espelho.

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply