Empoderamento, Gestação

Sobre bebês sentados – bebê Pélvico

 “Deixem-me ver um Obstetra atender ao parto pélvico e eu lhes direi de sua qualidade.”  De Lee 

Entre posições diferentes que os bebês podem ficar, sentadinho ou pélvico é a mais freqüente: 3 a 4%,  segundo Thomas Hunt Morgan

Estudos apontam que esse posicionamento do bebê possa ocorrer por fatores genéticos, relacionados a formação do bebê, ou até mesmo metabólicos da mãe. Esses fatores podem ser identificados já no pré-natal, então não se preocupe.

 

Por que bebês ficam e permanecem sentados

  • Porque o parto foi adiantado e não tiveram tempo de virar (lembrando que a idade gestacional calculada é media e costuma apresentar até duas semanas de diferença com o capurro -idade gestacional real do bebê)
  • 1 em cada 10 bebês pélvicos apresentam alterações fisicas leves ou grandes que dificultam o posicionamento ideal
  • Estudos mostram relação direta entre disfunções na tireoide materna com o não posicionamento ideal do bebê> Isso pode demonstrar uma relação metabólica ao posicionamento
  • A baixa posição da placenta próxima à cabeça do bebê
  • O bebê estar enrolado no cordão, o que pode impedir a movimentação livre
  • Baixo volume de liquido e tônus muscular materno muito forte
  • Tônus muscular abdominal materno muito flácido, devido a mais de 4 gestações

 

Até quando é normal o bebê mudar de posição?

Como eles estão no meio líquido e com bastante espaço, um bebê saudável se mexe bastante e pode mudar de posição diversas vezes até a 37 semana de gestação.

Se você tem uma gestação de baixo risco e o bebê permanece pélvico (sentado) na 30 semana de gestação a pode realizar exercícios em casa mesmo para estimular a mudança de posição.

Outra opção é , caso a posição se mantenha ate a 37 semana, realizar a VCE (Versão cefálida Externa) onde um médico obstetra vai com o auxilio do ultrassom identificar exatamente a posição do bebê e com as mãos na superfície da barriga da mãe gentilmente o posiciona de cabeça para baixo.

 

Vamos fazer um resumão?

  • Antes das 24-26 semanas de gestação maior parte dos bebê estão em posições diagonais ou laterais de forma transversa
  • Entre 24-29 semanas de gestação maior parte dos bebês viram e ficam em posições verticais e alguns ficarão sentados
  • Pela 30-32  semana de gestação maior parte dos bebês viram e ficam de cabeça para baixo e bumbum para cima, as mães podem praticar posições para auxilio no encaixe ideal
  • Pela 34 semana de gestação,  espera-se que o bebê esteja de cabeça para baixo
  • Entre 36-37  semanas de gestação,  uma versão cefálica externa pode ser realizada

Bem, para não ficar um texto gigante, amanhã postarei os exercícios que as mães podem fazer para estimular o posicionamento do bebê.

Espero que tenham gostado

Inté

 

Fontes:

Conduta no parto pélvico http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-34675

Quem foi Thomas Hunt Morgan http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761946000100001

Motivos para o bebê estar sentado: http://spinningbabies.com/learn-more/baby-positions/breech/

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply Paola 4 de setembro de 2017 at 13:28

    Oi estou de 35 semanas conforme o 1 ultrassom , meu bebê estava sentado no último ultrassom e a médica que realizou o ultrassom falou q eu estou de 37 semanas, será que meu bebe ainda fica cefálico?

  • Reply Maria Jose Pires 7 de agosto de 2017 at 1:28

    Boa noite
    Estou com 35semanas e meu bebê está sentada… E estou com um pequeno aumento no líquido amniótico… E a minha nene não está desenvolvendo de acordo com a idade gestacional…. O médico que fez a minha ultrassonografia pediu pra fazer um acompanhamento de 15 e 15 dias mais a minha obstetra disse que não precisava… Estou com um pouco de medo…estou encostada pois não consigo mais trabalhar… Tô com um problema na coluna…. Deve me preocupar?

    • Reply Doula Sam 29 de agosto de 2017 at 21:08

      Oi Maria
      O ultrassonografista não te acompanha durante toda a gestação, então entendo que sua obstetra tenha mais conhecimento sobre seu quadro do que ele. Em todo caso você pode procurar uma segunda ou terceira opinião para tirar essa dúvida.
      bjs
      Sam

      • Reply Maria Jose Pires do Nascimento 29 de agosto de 2017 at 22:05

        Realmente fui e pedi uma segunda opinião…. E a minha filha estava tendo um ataque cardíaco e já não tinha líquido amniótico e fui direto para o hospital para tirar o bebê….. Ela ficou 8 dias na utin ela nasceu com 36 semanas se não tivesse indo com outro médico tinha perdido Minha filha

        • Reply Doula Sam 29 de agosto de 2017 at 22:52

          Ainda bem que vocês estão bem <3

  • Reply Renata 29 de julho de 2016 at 19:18

    Olá. Vc poderia me dizer se estas informações valem para gêmeos? Exercícios para virar a posição, por exemplo? Me falaram (médicos) que não é possível virar o bebê no caso de gêmeos e que o parto pélvico é muito arriscado.

    • Reply Doula Sam 29 de julho de 2016 at 19:22

      Oi Renata, não sei dizer… talvez a inversão seja sim inviável, mas não significa que o parto pélvico seja muito arriscado. Acontece que pouquissimos médicos sabem/se sentem seguros para assistir à um parto pélvico. Nesses casos a cesárea acaba sendo a melhor opção, o que não significa que precise ser agendada, você pode esperar ter os sinais do trabalho de parto, para que seja respeitado o tempo dos bebês.

    Leave a Reply