Bebê sentado- Pelvico
Empoderamento, Gestação

Sobre bebês sentados – bebê Pélvico

 “Deixem-me ver um Obstetra atender ao parto pélvico e eu lhes direi de sua qualidade.”  De Lee 

Entre posições diferentes que os bebês podem ficar, sentadinho ou pélvico é a mais freqüente: 3 a 4%,  segundo Thomas Hunt Morgan

Estudos apontam que esse posicionamento do bebê possa ocorrer por fatores genéticos, relacionados a formação do bebê, ou até mesmo metabólicos da mãe. Esses fatores podem ser identificados já no pré-natal, então não se preocupe.

 

Por que bebês ficam e permanecem sentados

  • Porque o parto foi adiantado e não tiveram tempo de virar (lembrando que a idade gestacional calculada é media e costuma apresentar até duas semanas de diferença com o capurro -idade gestacional real do bebê)
  • 1 em cada 10 bebês pélvicos apresentam alterações fisicas leves ou grandes que dificultam o posicionamento ideal
  • Estudos mostram relação direta entre disfunções na tireoide materna com o não posicionamento ideal do bebê> Isso pode demonstrar uma relação metabólica ao posicionamento
  • A baixa posição da placenta próxima à cabeça do bebê
  • O bebê estar enrolado no cordão, o que pode impedir a movimentação livre
  • Baixo volume de liquido e tônus muscular materno muito forte
  • Tônus muscular abdominal materno muito flácido, devido a mais de 4 gestações

 

Até quando é normal o bebê mudar de posição?

Como eles estão no meio líquido e com bastante espaço, um bebê saudável se mexe bastante e pode mudar de posição diversas vezes até a 37 semana de gestação.

Se você tem uma gestação de baixo risco e o bebê permanece pélvico (sentado) na 30 semana de gestação a pode realizar exercícios em casa mesmo para estimular a mudança de posição.

Outra opção é , caso a posição se mantenha ate a 37 semana, realizar a VCE (Versão cefálida Externa) onde um médico obstetra vai com o auxilio do ultrassom identificar exatamente a posição do bebê e com as mãos na superfície da barriga da mãe gentilmente o posiciona de cabeça para baixo.

 

Vamos fazer um resumão?

  • Antes das 24-26 semanas de gestação maior parte dos bebê estão em posições diagonais ou laterais de forma transversa
  • Entre 24-29 semanas de gestação maior parte dos bebês viram e ficam em posições verticais e alguns ficarão sentados
  • Pela 30-32  semana de gestação maior parte dos bebês viram e ficam de cabeça para baixo e bumbum para cima, as mães podem praticar posições para auxilio no encaixe ideal
  • Pela 34 semana de gestação,  espera-se que o bebê esteja de cabeça para baixo
  • Entre 36-37  semanas de gestação,  uma versão cefálica externa pode ser realizada

Bem, para não ficar um texto gigante, amanhã postarei os exercícios que as mães podem fazer para estimular o posicionamento do bebê.

Espero que tenham gostado

Inté

 

Fontes:

Conduta no parto pélvico http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-34675

Quem foi Thomas Hunt Morgan http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761946000100001

Motivos para o bebê estar sentado: http://spinningbabies.com/learn-more/baby-positions/breech/

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Renata 29 de julho de 2016 at 19:18

    Olá. Vc poderia me dizer se estas informações valem para gêmeos? Exercícios para virar a posição, por exemplo? Me falaram (médicos) que não é possível virar o bebê no caso de gêmeos e que o parto pélvico é muito arriscado.

    • Reply Doula Sam 29 de julho de 2016 at 19:22

      Oi Renata, não sei dizer… talvez a inversão seja sim inviável, mas não significa que o parto pélvico seja muito arriscado. Acontece que pouquissimos médicos sabem/se sentem seguros para assistir à um parto pélvico. Nesses casos a cesárea acaba sendo a melhor opção, o que não significa que precise ser agendada, você pode esperar ter os sinais do trabalho de parto, para que seja respeitado o tempo dos bebês.

    Leave a Reply