18449428_1746417878982743_5743301430899481251_o
Puerpério

Quanto tempo dura o puerpério??

Texto da minha amiga e partner: Luiza Prado Moreau, Nutricionista, mulher, mãe do Fred e pessoa maravilhosa.

Eu me preparei (ou achei que tinha me preparado) para o puerpério, li textos falando das dificuldades das primeiras semanas, a famosa quarentena, e como era normal se sentir triste, melancólica, ter oscilações (abalos sísmicos, rs) de humor, aceitei que seria assim e tentei me preparar fisica e mentalmente para essa fase.

Pois bem, nasceu meu filho, a primeira semana foi louca, nossa família é toda de fora e foi uma loucura só eu e meu marido, mas passou. Aos poucos fomos nos organizando, foi surgindo um princípio de rotina, as oscilações de humor vinham, mas eu sabia que era normal, aceitava (com choro, vontade de fugir e tudo o mais, rs) e passava.

Com 3 meses, meu bebê passou a dormir a noite toda, que alívio! Dormia bem, mamava bem, interagia mais, sorria, brincava, uma delícia! E eu acreditei que estava passando (olha, até que não foi tão difícil…). Pois bem, com 4 para 5 meses meu bebê passou a acordar berrando, dava tetê, colocava para dormir, 10min e acordava berrando. Durante o dia brincava, chorava e mamava em ciclos instantâneos e intermináveis, eu mal conseguia ir ao banheiro (benditos picos de crescimento e desenvolvimento!). Via as mães ao meu redor falando que estava mais fácil, que o bebê estava mais independente, que dormia melhor, etc etc… E foi ai que o bicho pegou, rs.

200w_d (17)
Bebê chorando, mamãe desesperada, papai sem entender. Não era para ir ficando mais fácil? Pelo jeito não necessariamente, então afinal, quanto tempo dura o puerpério?

“Puerpério ou pós-parto é o período do ciclo grávido-puerperal, que vai da dequitação da placenta à volta do organismo materno às condições pré gravídicas.”
www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde…/MariaCristinaGuimaraesdaCosta.pdf

“O puerpério tem seu término imprevisto, pois enquanto a mulher amamentar ela estará sofrendo modificações da gestação (lactância), não retornando seus ciclos menstruais completamente à normalidade.”.
https://revistas.pucsp.br/index.php/RFCMS/article/viewFile/359/pdf

“Isso ocorre porque os hormônios produzidos durante o aleitamento materno bloqueiam a ovulação. E tende a permanecer assim enquanto a amamentação for contínua. Em geral, o ciclo menstrual só reaparece quando o bebê mamar menos – seja por dormir a noite inteira ou por começar a se alimentar com sólidos, por exemplo. […] Só que, como nada é exato em medicina, algumas mulheres podem começar a ovular enquanto ainda amamentam, correndo o risco de engravidar sem querer.”
http://www.febrasgo.org.br/site/?p=8401

Ou seja, não existe um período definido para o fim do puerpério… saber disso para mim foi um alívio (por mais estranho que pareça), pois passei a aceitar e lidar melhor, sabendo que é uma fase, que tem suas características, e que, mais cedo ou mais tarde, vai passar…

Enfim, eu decidi escrever esse texto para clarear minhas ideias, aliviar meu coração e compartilhar minha experiência, pois é isso que tem me ajudado a passar por esse período, compartilhar vivências e perceber que não estamos sozinhas. Minha dica: converse, divida, leia, alivie… saber que tem mais gente no mesmo barco e poder trocar experiências torna a maternidade e a vida mais leves.

giphy-downsized

E agora eu queria saber, como está sendo o puerpério por ai?

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply