Doula

Sobre a Falácia da Doula “Bisca”

Para ser uma doula, você não precisa obrigatoriamente fazer um curso. Porém, a Doula trabalha com pessoas, em momento delicado, o nascer é o limiar entre a vida e a morte, como um fio resistente porém muito fino.

Por isso, um curso bom é recomendado.

O curso de formação pode variar, de R$300,00 a 2 mil reais.
Um curso de extensão, pode chegar a 5 mil
Um congresso, não sai por menos de R$700,00

E não para por aí…

É uma formação contínua, atualização contínua, estudo contínuo, leitura contínua e trabalho, muito trabalho.

E Doula, que é Doula, trabalha sim por e com prazer, porque tem que ser, para passar até 40 horas seguidas com uma única mulher, acolher, amparar, dar suporte. Que outra profissão oferece esse atendimento individual e contínuo?

Ouvir e acolher medos, indicar caminhos, apoiar decisões sempre baseadas em evidencias científicas confiáveis.

Quem em sã consciência abre mão de noites de sono tranquilas (sem dormir com o celular em baixo do travesseiro), viagens, férias com a família sem preocupações, salário fixo, décimo terceiro, férias remuneradas, se não for por realmente AMAR o que faz?

 

O trabalho tem valor, o fazemos com o maior amor do mundo e receber por isso não é feio, sujo, imoral ou ilegal.

 

Ok, está na nossa cultura a crença que “Se faz com prazer, deveria fazer de graça”,  e isso é tão válido e real quanto o bom e tão velho quanto “Faz mal comer Manga com Leite”.

 

Doula querida, seu trabalho vale muito.

Obrigada por existir e persistir. 

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Renato B. 14 de outubro de 2015 at 15:24

    Concordo, plenamente. Essa falta de profissionalismo por aqui me parece ligada a esse brasileiro hábito de achar que tudo é pessoal e não saber diferenciar o que é um trabalho de um favor. O que inclusive abre espaço para certos absurdos como governantes acharem que professores não devem ser bem pagos porque trabalham por “amor”.

  • Leave a Reply