25 semanas, desejo, doce

É mais forte do que eu.

No auge das 25 semanas, vou fazer uma breve citação:

”Doce, doce, doce. A vida é um doce, vida é mel” MENEGUEL, Xuxa. 1929.

A rainha dos baixinhos nunca fez tanto sentido pra mim. Eu vejo um algodão e penso, sim, que ele é feito de açúcar. Cheguei ao ponto de ter sempre um chocolate dentro da bolsa pra o caso de alguma emergência. Por mim, essa chuva toda que tá caindo lá fora neste exato momento seria de açúcar. Me entende?

Eu ainda não tive desejos muito loucos. Mas dia desses precisei por tudo no mundo comer uma caixa inteira de leite condensado – não me julgue.

 

”Preciso comer alguma coisa doce”

”Opa, quando chegar no intervalo eu vou lá no RM rapidinho”

 OI?

 

”OK TO INDO, BJS”

E ele voltou com leite condensado, doce de leite e chantily. O que eu fiz, além de amá-lo? Misturei e comi tudo junto porque uma força maior me tomou. Nem preciso dizer que vomitei horrores depois, mas não sei o que acontece comigo. Fecho os olhos e penso:

 

doce4

socorro.

 

 

 

 

Chá de Bebê
Previous Post Next Post

No Comments

Leave a Reply