Eu poderia estar brincando com meus filhos, mas estou pensando nas mães que perderam os seus…

Gente, vim aqui apelar para o espírito natalino de vocês – e ao sanguenozóio que sei que têm.
Fiz uma petição no Avaaz, contra o sequestro de recém-nascidos das mães usuárias de drogas e álcool, que tratei no post passado. A situação é gravíssima, já são mais de 170 bebês “roubados”.
Precisamos que esta petição chegue ao maior número de pessoas possível, para que tenha impacto sobre a Promotoria. Gostaria que este link estivesse na timeline de cada leitora do Dadadá. Mereço este presente de Natal?
Ando insone, pensando em cada mãe que não está conseguindo sentir o cheirinho do seu filho…

 

Adoção forçada

Crie o site do seu Neném

Sobre Gabi Sallit

Gabriella Sallit virou Gabi ainda pequenininha. E, para não ter um filho que tivesse que explicar a vida inteira a grafia do seu nome (aprendeu a falar "meu Gabriela é com 2 Ls" antes de papai e mamãe), escolheu um nome pequenininho para o seu filhote. João está começando a falar e já escolheu como prefere ser chamado: Jão!

VENHA, e CONECTE-SE COM A VILA!

Receba as novidades em primeira mão!

Esta entrada foi publicada em Feminismo, Quiprocó e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Eu poderia estar brincando com meus filhos, mas estou pensando nas mães que perderam os seus…

  1. Pingback: Reportagens e posts relevantes – De quem é este bebê?

  2. Aline disse:

    Feito, Gabi! E parabéns pela iniciativa.

  3. Ana Clara disse:

    Tamo junta! Vamo fazer um estardalhaço! Inacreditável, revoltante, absurdo, “vomitante”… Compartilhado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>