Em quem não votar para vereador em BH, em 2016

O veto à Lei da Doula foi cassado na Câmara dos Vereadores de BH na semana passada. Hoje ela entra em vigor: qualquer mulher, em hospital público ou privado, nesta cidade, pode se internar com a presença do acompanhante e de uma doula, sem nenhuma exigência extra.

Isso só foi possível por causa do trabalho sensacional de muitas ativistas, que mandaram e-mails, ligaram para os vereadores, marcaram conversas, se reuniram com eles, pressionaram.

Nós precisávamos de 21 votos. Era muito, em uma Câmara sabidamente comprometida com os interesses do Prefeito Municipal (que nem sempre coincidem com os interesses da municipalidade. Na verdade, poucas vezes convergem). Conseguimos 36.

Alguns vereadores se comprometeram a votar conosco e não aparecerem na sessão. Outros foram de uma covardia sem tamanho: mesmo estando presentes no plenário, não registraram seus votos. Para quem não sabe, funciona assim: para garantir que não haja fraudes, há reconhecimento biométrico do vereador. Ele registra sua presença colocando o dedinho lá, e, depois, tem três opções de voto: sim, não e abstenção. O método da fraqueza é o seguinte: mesmo estando presente, o cara não registra o voto. Não diz sim, não diz não, não se abstém. Assim não “faz o feio” com ninguém, sacaram? É a tática “em cima do muro”.

Nós não vamos admitir meio termos. Ou está com as mulheres, ou não está. Simples assim. Então, bora fazer viralizar a lista dos que não são nossos amigos.#inimigosdasmulheres

Quem não estava no Plenário:

Daniel Nepomuceno: Não nos recebeu, não deu as caras, não respondeu as mensagens no facebook e no e-mail. Comprometimento zero com a causa.

Eliane Matozinhos: a Eliane Matozinhos é a única mulher na Câmara de Vereadores de BH. Foi uma das primeiras que procuramos. Comprometeu-se a votar conosco e, simplesmente, não apareceu. Disse que estava em um evento, comemorando o Dia da Mulher. Jeito bonito de comemorar, hein, vereadora?? Abandonando-nos?

Eliane Matozinhos

Quem não votou, mesmo estando lá:

Dr. Nilton: Dr. Nilton não votou e, ainda mostrou absoluto preconceito com o nosso pleito. Insinuou que era uma questão corporativista e mostrou que não tem a menor idéia do que é uma doula – tanto que disse que defende doulas para quem não tem acompanhante. Olha que ele é ginecologista, hein!

Dr. Nilton 1

Dr. Nilton 2

Sergio Fernando Tavares: Olha a respostinha fajuta que ele me deu:

Sergio Fernando Tavares

 

 

Gente, estes caras merecem a nossa resposta nas urnas. É simples: não está conosco, não tem nosso voto. Tem nossa campanha contra. Não somos inimigas convenientes, não queira estar contra nós. Este é o recado!

PS: O Vereador Wellington Magalhães era o presidente da sessão, então, a praxe é que não vote.

PS2: este post originalmente se chamava “lista negra” e usava uma hastag com o mesmo nome. Fui alertada sobre como esta expressão é racista e editei o título e o post. Desculpem o vício, galera. Aprendendo sempre, por aqui. Muito obrigada pelo toque! 😉

Crie o site do seu Neném

Sobre Gabi Sallit

Gabriella Sallit virou Gabi ainda pequenininha. E, para não ter um filho que tivesse que explicar a vida inteira a grafia do seu nome (aprendeu a falar “meu Gabriela é com 2 Ls” antes de papai e mamãe), escolheu um nome pequenininho para o seu filhote. João está começando a falar e já escolheu como prefere ser chamado: Jão!

VENHA, e CONECTE-SE COM A VILA!

Receba as novidades em primeira mão!

Esta entrada foi publicada em Sem Categoria e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas a Em quem não votar para vereador em BH, em 2016

  1. Ivy disse:

    Parabéns a Gabi e a todas as ativistas!!
    Aguardando que surja um deputado federal ou estadual corajoso, amigo das mulheres, para propor o Projeto de Lei da Doula em âmbito estadual ou federal.
    Futuras mamães de Brasília de Minas/ MG e cidades vizinhas ficarão agradecidas.

  2. Amanda disse:

    Dá vontade de chorar vendo q nossos representantes são tão medíocres.

  3. Bárbara disse:

    Certamente não receberão meu voto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *