20
set
2016

Crianças que mordem

Crianças perto dos 2/3 anos de idade mordem. Elas estão na fase oral. Já viu filhotinhos de todas as espécies? Eles brincam mordendo.

Meu filho mordia. Era uma criança fofa! Abraçava e mordia todos que ele gostava. Incluindo a mim, o pai. Mordia também quando estava com raiva. Eu e o pai também mordíamos a coxinha ou bochecha dele, de brincadeira. Ele era fofo. pensei que isso poderia estimular as mordidas. Eu parei. Ele foi parando a medida que amadureceu.

Meu filho foi mordido bem forte com 3 anos. Uma marca na bochecha. A professora nos avisou. Sem bilhetes para os pais da criança que fez. Sabe por que? Porque não é uma agressão. É uma reação. A culpa também não é dos pais. É uma fase da criança que ela não faz por maldade e simcomo uma forma de expressão.

Não existe criança agressora. Algumas crianças podem sim ser mais agressivas porque apanham em casa (e bater é ensinar que você, mais forte, pode fazer o que quer e acha certo batendo. Cabe a nós a ensinar a expressão de outra forma sem ser agredindo).

Mas bater é igualmente uma reação de expressão infantil (instintiva) de desejo. Crianças não batem porque são más ou mal educadas. Podem sim refletir ambientes agressivos que vivem. Mas mesmo em lares com agressividade saudável, crianças, de acordo com o temperamento, expressam os desejos e frustrações com o corpo.

Os pais não deveriam se incomodar tanto com isso. Nem ensinar seus filhos a morderem ou baterem em revide. Nem exigir da escola ações. Conversar com a professora para que olhe para se essa criança que morde precisa de ajuda. São crianças! Elas estão aprendendo sobre o mundo e aprendem, também, como lidamos com essas situações. Eu sempre ensinei o Miguel a ter autonomia. E quando algo assim acontecesse e não soubesse o que fazer, que buscasse ajuda de um adulto.

Também fui ensinando meu filho que não podia morder. Que ele poderia abraçar ou beijar se quisesse.  Ensinei ele a segurar a cabeça quando ele percebesse que ia ser mordido. Assim como segurar o braço para que não fosse agredido (principalmente por crianças menores). Ja o vi fazendo isso e em seguida pegando a mão da criança e dizendo: carinho….

Miguel quase nunca apanha ou bate. Agora ele tem 9 anos. Agora posso exigir dele um pouco mais de controle sobre a expressão dos seus desejos. Agora ele já tem maturidade.

Precisamos ter mais leveza e olhar as crianças como crianças.

Crie o site do seu Neném